CPTG Meu Pago Sul 


| Artigos | | Papo de Prendas | | O Que é Ser Prenda!? |

O Que é Ser Prenda!?

Foto de W. Maguetas - Damas em Giverny 2005 (baseado no quadro Rosa e Azul de Renoir)

O fato de ser gaúcha não é um acontecimento geográfico, e sim um estilo de vida.

Ser prenda não se restringe somente a servir chimarrão a dançar nos fandangos, deve estar nos costumes diários, desde os bons modos, a virtude a dignidade a graça, a cultura e o respeito de ser prenda.

Delicadeza está na essência, ser prenda é muito além de vestir a pilcha tradicional, é muito mais que o conhecimento sob a causa tradicionalista.

Já dizia Paixão Cortes

"Ser prenda verdadeiramente, é uma opção corajosa e digna do melhor reconhecimento"

Digo que ser prenda está na alma de querer resgatar uma cultura que está ficando lá trás.

Está no gosto de vestir a pilcha, na rotina, mesmo em dias quentes não se importar de calçar sapatilhas, vestir meia calça, bombachinha, armação e um vestido cheio de apetrechos e bordados, e sair com um sorriso no rosto ao lado do seu peão.

Nos dias atuais vimos gurias que se dizem prendas usando pilchas erradas, ou melhor, não usam vestimentas de respeito, se mostram sensuais dentro de bailes em CTG.

Me tapa de nojo ver a falta de respeito "dessas" dentro de bailes gaúchos, onde estamos com a família e se divertindo com os nossos costumes.

Deveriam se sentir envergonhadas, de estarem minando uma cultura tão rica e tradicionalista, e se titularem prendas por usarem botas e chapéu.

Que se bandeiam para outros lados porque aqui se exige respeito. Prenda que se preza respeita a tradição e o povo gaúcho.

Autor: Fernanda Faqueti e Prendas do CPTG Meu Pago Sul